Série A > Copas

Quanto custaria a Sergio Ramos tê-lo no Brasileirao?

Sergio Ramos, o histórico jogador do Real Madrid, deixa o time do Merengue em uma difícil transição que o time espanhol passa.

Sergio Ramos não continuará no time espanhol.
Sergio Ramos não continuará no time espanhol.

Ramos não vai continuar no Real Madrid. O capitão da seleção branca encerrou o contrato no dia 30 de junho e as negociações para a renovação não deram certo. Os dias foram passando e as posições não se aproximavam devido às altas demandas do zagueiro sevilhano, que queria um contrato de duas temporadas quando o Real Madrid só lhe oferecia uma. Por fim, e conforme previsto nas últimas semanas, o baralho acabou quebrando e o Real Madrid anunciou a partir das 21h30 que o jogador não vai continuar e que às 12h30 de quinta-feira o clube fará uma homenagem de despedida em que será apresentar Florentino Pérez.

Com este acto, o Real Madrid pretende encenar que clube e jogador separem os seus caminhos de forma cordial. Bem ao contrário do que vinha acontecendo com Florentino na presidência, com muitas saídas de ícones do clube pela porta dos fundos, sem despedida de qualquer espécie, como foram os casos de Vicente del Bosque, Raúl, Guti, Redondo, Iker Casillas ou o próprio Cristiano Ronaldo. A última partida, a de Zidane, foi provavelmente a pior de todas, com uma carta muito dura do já ex-treinador em que expressava o seu desconforto por se sentir pouco apoiado pelo clube.

O presidente do Real Madrid, Florentino Perez, faz um discurso no estádio Santiago Bernabeu, em Madrid, Espanha. O presidente fundador da Super League, Florentino Perez, na terça-feira, 20 de abril de 2021, disse que a competição está sendo criada para salvar o futebol para todos e não para enriquecer os clubes ricos. 

Sergio Ramos, um dos jogadores da época de ouro do Real Madrid.

Com Sergio Ramos, uma parte muito importante de Madrid saiu nos últimos anos. O capitão foi a primeira contratação espanhola de Florentino Pérez. Está no clube há 16 anos e foi peça fundamental nas quatro vitórias da Champions League de 2014 a 2018. Com ele também vai o autor do icônico gol de Lisboa, o do décimo, gol que ficará para sempre em o imaginário coletivo do madridismo pelo que supõe de capacidade de resistência à derrota.

No entanto, Ramos nunca foi um personagem que se deu muito bem com Florentino Pérez. Em duas ocasiões ele já flertou com a saída do clube; O primeiro com uma oferta milionária do Manchester United que o ajudou a negociar uma renovação ascendente e depois quando, três anos atrás, ele apareceu no escritório de Florentino Pérez para pedir-lhe que o deixasse ir para o futebol chinês de graça, o que o clube recusou.

A atual temporada tem sido a pior para Sergio Ramos, contundido por lesões. De janeiro até o final do campeonato, ele só conseguiu intervir em cinco jogos. Desde que parou após o desconforto que sentiu na semifinal da Supertaça da Espanha contra o Atlético, no dia 14 de janeiro, Ramos só pôde participar de três jogos com o Madrid e em dois jogos com a seleção nacional.

Depois de mais de uma década, Sergio Ramos deixa o Real Madrid.

O último deles, em 31 de março antes do Kosovo, em forma de testemunho. Em 6 de fevereiro, ele foi submetido a uma cirurgia no menisco interno do joelho direito para superar o desconforto de que sofria. Ele acelerou sua recuperação para ajudar o time na segunda mão das oitavas de final da Liga dos Campeões contra o Atalanta, mas teve uma recaída no dia 31 de março, em uma partida da Seleção Nacional contra o Kosovo.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias