Série A > Palmeiras

Palmeiras se envolve em escândalo e apenas o título da Libertadores poderia devolver esses milhões e a fama ao Verdão

Maior entidade do futebol se envolveu em polêmica com o Verdão

Palmeiras está fora da disputa da Libertadores para a FIFA.
Palmeiras está fora da disputa da Libertadores para a FIFA.

A espera dos torcedores acabou e o Palmeiras entra em campo pela primeira vez em 2021 contra o River Plate nesta terça-feira (5), às 21h30 (horário de Brasília), no Estádio Libertadores da América, pelo jogo de ida da semifinal da Copa Libertadores da América 2020. Quatro equipes ainda buscam o título do maior torneio sul-americano, Boca Juniors e River Plate, da Argentina, Palmeiras e Santos no Brasil. Mas para a FIFA o Palmeiras nem está na disputa.

Em uma postagem nesta segunda-feira (4) sobre os semifinalistas da Copa Libertadores, a maior entidade do futebol colocou as quatro equipes que buscam o título e também a última vaga para o Mundial de Clubes 2020, a ser realizado entre os dias 1º e 11 de fevereiro, no Catar, com fotos de Kaio Jorge, do Santos, Eduardo Salvio, do Boca Juniors, Rafael Borré, do River Plate e Roni... Do Corinthians? Sim, a FIFA confundiu o atacante palmeirense Rony, maior destaque do Verdão na Libertadores, com o meia corintiano Roni e lotou as redes sociais com críticas a entidade.

A postagem foi apagada, mas mostrou que o Verdão está sem prestígio com a FIFA após o acontecimento, o que prejudica até o alcance internacional da marca Palmeiras ao ser erroneamente colocado como seu maior rival. Agora o Alviverde busca passar pelos Millonarios e chegar a sua quinta final de Libertadores para buscar os US$ 22,5 milhões (cerca de R$ 119 milhões na cotação atual) e se juntar a Bayern de Munique (Alemanha), Ulsan Hyundai (Coreia do Sul), Al-Ahly (Egito), Tigres (México), Auckland City (Nova Zelândia) e Al-Duhail (Catar) no Mundial de Clubes.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias