Série A > Flamengo

Flamengo se movimenta para trazer atacante melhor que Bruno Henrique e mega oferta não será problema

Mengão vê insucesso na Libertadores despertar interesse por rival

Bruno Henrique fica para trás de rival do Flamengo.
Bruno Henrique fica para trás de rival do Flamengo.

O maior objetivo do Flamengo na temporada não foi alcançado. A Copa Libertadores da América, conquistada em 2019 pelo Mengão sob o comando de Jorge Jesus não teve o mesmo fim em 2020 ao passar pelo treinador português, Domènec Torrent e Rogério Ceni e parar no argentino Racing nas oitavas do maior torneio sul-americano de clubes e o Campeonato Brasileiro passou a ser prioridade para a equipe.

Na Libertadores de 2019 muitos foram os destaques da competição, a começar pelo trio Bruno Henrique, Gabriel Barbosa e Arrascaeta no comando da máquina de títulos flamenguista. Na participação direta em gols, Bruno Henrique e Gabigol foram os destaques com dez participações de cada um e mesmo com a qualidade da dupla, ambos já foram superados por Rony, do Palmeiras, na Libertadores 2020 com cinco gols e sete assistências na atual edição, 12 participações em gols e com pelo menos mais uma partida pela frente.

Tal feito faz o Flamengo olhar com mais carinho por Rony e o interesse de contar com o atleta no futuro passa pela diretoria rubro-negra. Atualmente seu valor de mercado é de £ 4 milhões (cerca de R$ 26,1 milhões na cotação atual), mas a valorização do atacante que está em alta no Palmeiras pode ser imensa caso o Verdão conquiste a Libertadores 2020 no dia 30 de janeiro, no Maracanã.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias