Série A > Flamengo

Flamengo: Filipe Luís adianta quem poderia ser o primeiro reforço do Mengão em 2021

Jogador do Flamengo entrega o próximo reforço do clube

INICIO NOTÍCIA SELEÇÃO FUTEBOL INTERNACIONAL  FLAMENGO Flamengo: Filipe Luís adianta quem poderia ser o primeiro reforço do Mengão em 2021
INICIO NOTÍCIA SELEÇÃO FUTEBOL INTERNACIONAL FLAMENGO Flamengo: Filipe Luís adianta quem poderia ser o primeiro reforço do Mengão em 2021

Desde 2019 o Flamengo se consolidou como o principal clube brasileiro, principalmente com os títulos da Copa Libertadores da América e do Campeonato Brasileiro. Nessas conquistas muitos jogadores tiveram participação fundamental e estão marcados na história como Diego Alves; Rafinha, Pablo Marí, Rodrigo Caio e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson e Everton Ribeiro; Arrascaeta, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa, todos comandados por Jorge Jesus.

Em 2020, porém, o sucesso não foi o mesmo, apesar de três conquistas do clube como a Supercopa do Brasil, a Recopa Sul-Americana e o Campeonato Carioca. Na Copa do Brasil foi eliminado para o São Paulo nas quartas de final, na Copa Libertadores perdeu para o Racing nas oitavas e no Brasileirão está na quarta colocação a sete pontos do líder São Paulo. Rogério Ceni precisa o quanto antes melhorar seu time e tem em Filipe Luís o seu triunfo.

O experiente lateral esquerdo que chegou do Atlético de Madrid, da Espanha, em 2019 já se consolidou na posição no Mengão e é um dos líderes do elenco rubro-negro. Como atuou ao lado de Diego Costa por muito tempo, o atacante que está livre após rescindir seu contrato com o clube Colchonero em dezembro passado pode chegar ao Rio de Janeiro graças ao defensor.

Isso porque em sua rede social Filipe Luís postou uma foto com o filho do centroavante com o uniforme do Atlético de Madrid. Em entrevista em 2019, antes das grandes conquistas do clube, Diego Costa afirmou que desejaria jogar no Mengão um dia e essa chance está cada vez mais perto de se concretizar

Quanta custa Diego Costa no Flamengo

Desejo de ambas as partes existe, mas a situação não envolve apenas o lado emocional, mas também a razão de receber um salário recheado mesmo na realidade completamente diferente aos clubes da Europa. Na Espanha Diego Costa recebia cerca de R$ 5,3 milhões por mês, algo três vezes maior do que o salário de Gabigol, o mais valioso do país. Assim, o teto de R$ 2 milhões é o máximo que o clube pode oferecer a estrela espanhola.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias