Série A > Libertadores 2021

Final feliz? Matías Viña poderia deixar milhões de reais ao Palmeiras para jogar na Europa, e ganhar cinco vezes o seu salário

Lateral esquerdo é destaque do Verdão na Libertadores

Despedida de Viña será na Libertadores?.
Despedida de Viña será na Libertadores?.

Palmeiras e Santos decidem neste sábado (30), às 17h, no Estádio do Maracanã, a final da Copa Libertadores da América 2020. As equipes paulistas, que fazem o Clássico da Saudade chegam, com vontade de retomar o domínio na América do Sul e para conquistarem mais uma estrela nas pesadas camisas de Verdão e Peixe em busca da glória eterna.

Pelo lado do Palmeiras, muita expectativa acerca da escalação para o jogo de logo mais, provavelmente o maior do século XXI para o clube, e Abel Ferreira está nos ajustes finais da equipe titular. Quem está garantido entre os 11 iniciais são Weverton, Gustavo Gómez e Matías Viña, três pilares da equipe e o uruguaio, apesar da pouca idade, 23 anos, já assumiu a lateral esquerda e é escolhido como um dos melhores da América do Sul.

Tamanha qualidade chamou a atenção do Milan, da Itália, que deseja Viña ainda na atual temporada. Para isso, a equipe italiana precisaria desembolsar pelo menos R$ 40 milhões, dado o investimento feito no atleta em 2020 e todo o desempenho ao longo da temporada que pode culminar com o título da Libertadores.

Na Europa, sonho do jogador e de muitos atletas, seu salário poderia ser bem maior do que os R$ 350 mil mensais que recebe no Palmeiras, assim como o titular da posição Theo Hernández que ganha mais do que R$ 1 milhão por mês.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias