Série A > Copa do Brasil

Dúvidas crescem sobre a realização do jogo Colômbia x Brasil, em Barranquilla

Dúvidas crescem sobre a realização do jogo Colômbia x Brasil, em Barranquilla

Dúvidas crescem sobre a realização do jogo Colômbia x Brasil, em Barranquilla

O ministro da Saúde, Fernando Ruiz, disse que "não existem condições epidemiológicas que permitam voos" do país cuja seleção rivalizará com a de Reinaldo Rueda na próxima data das eliminatórias para o Mundial. Conmebol e FIFA se reúnem novamente neste sábado para encontrar soluções.

A partida entre as seleções colombiana e brasileira pela quinta rodada das eliminatórias para a Copa do Mundo a caminho do Catar 2022 está cada vez mais em dúvida. A pandemia continua complicando, entre outras coisas, o calendário mundial do futebol. 

Da Inglaterra e da Alemanha não emprestariam os jogadores às diferentes seleções porque, quando voltassem, teriam que manter pelo menos dez dias de quarentena. E nesta sexta-feira, em diálogo com a Rádio Blu, o ministro da Saúde, Fernando Ruiz, afirmou: “Temos conseguido conter a cepa brasileira e não haveria apresentação para autorizar a entrada de um vôo do Brasil para a Colômbia”.

“Hoje não existem condições epidemiológicas para permitir qualquer tipo de voo (do Brasil)”, acrescentou o chefe da pasta, que lança grandes dúvidas quanto à realização do jogo em Barranquilla. Você também pode se interessar por esta nota da Blu Radio: "Por enquanto, a Copa América vai na data que é": Ernesto Lucena

Ruiz destacou que “é uma decisão do Ministério do Esporte” e argumentou que o importante são as condições de saúde do país. “Hoje seria muito difícil para qualquer vôo do Brasil (para a Colômbia). Não haveria como justificar a abertura de vôo charter (...) Não haveria apresentação (autorizando vôo do Brasil para a Colômbia). A epidemiologia não basta para isso ”, concluiu.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias