Série A > Corinthians

As jovens estrelas do Flamengo, São Paulo e Palmeiras: quanto custa cada jogador

O brasileiro sempre foi observado com lupa por se destacar como o maior produtor de excelentes jogadores de futebo

O brasileiro sempre foi observado com lupa por se destacar como o maior produtor de excelentes jogadores de futebo
O brasileiro sempre foi observado com lupa por se destacar como o maior produtor de excelentes jogadores de futebo

 Após a cara contratação de Vinícius, cuja contratação em 2017 foi a mais cara da história para um menor, a inflação na compra e venda de jovens jogadores subiu. Apenas um ano depois, o Real Madrid repetiu a mudança com Rodrygo , pelo qual pagou a mesma quantia: 40 milhões de euros. O último, Reinier, meio-campista ofensivo com possibilidade de jogar como meio-campista, foi um pouco mais barato. O Flamengo arrecadou 30 milhões para se livrar de um de seus garotos da base.

Mas não é o último. O atual campeão da Libertadores segue apostando forte no treinamento como estratégia para cultivar o futebol europeu com jovens talentos e poder comprar mais barato no mercado sul-americano.

Estas são as próximas pérolas que podem sair do Brasil:

Yuri César (Flamengo)

Extremo de 19 anos que atua nas duas bandas, Yuri César é o principal trunfo do Flamengo na atualidade. Pechincha, por vezes em excesso, e inteligente na criação do jogo colectivo, a equipa juvenil do 'rubronegro' tem contrato até 2023 e cláusula de rescisão de 50 milhões de euros.

Até a incorporação após as férias dos principais jogadores do time principal, Yuri César tem sido um dos jogadores de maior destaque nas primeiras partidas do campeonato carioca.

Lázaro Vinícius (Flamengo)

Mais jovem, Lázaro Vinícius é outra das promessas que o Flamengo cuida com mais cuidado. Médio ofensivo, com perfil semelhante ao de Reinier em campo, pontaria certeira e sangue frio nos momentos decisivos. Ele foi o herói da Copa do Mundo de Sub-17. Seu gol aos 93 minutos na final contra o México deu o título à canarinha após 16 anos de seca.

Em meados de 2019, Lázaro renovou o contrato com o Flamengo, que previa uma cláusula de 80 milhões de euros. Em março, ele fará 18 anos, idade em que poderia assinar por qualquer clube europeu. Antes, a expectativa é que ele reveja sua relação com o estado do Rio de Janeiro.

Antôny (São Paulo)

Também ala, Antony pode jogar tanto na ala direita como na esquerda. É o jogador de futebol com maior expectativa de ser vendido nos próximos meses na famosa pedreira tricolor.

O São Paulo já recebeu ofertas do Manchester City e do Borussia, entre outros, clube em que Juanfran também joga, espera ultrapassar os 15 milhões de euros antes de autorizar sua saída.

Embora tenha 19 anos, joga o torneio pré-olímpico com a seleção brasileira sub 23 que acontece na Colômbia onde já se destaca como um dos maiores valores da canarinha.

Marcos Paulo (Fluminense)

Com apenas 19 anos e passaporte português, Marcos Paulo é a esperança do Fluminense para sanar suas contas debilitadas. Um atacante poderoso, seus 1,85 metros de altura o tornam um perigo em lances de bola parada.

Ele se destacou nas últimas partidas do último campeonato brasileiro e já existem clubes interessados em contratá-lo, principalmente italianos e franceses. A Roma chegou a oferecer 7 milhões de euros, mas o Fluminense espera arrecadar algo mais.

Talles Magno (Vasco)

Ele foi, junto com Reinier, o jovem mais observado do brasilirão do passado. Talles Magno, do Vasco da Gama, não pode deixar o Brasil até junho próximo, quando completa 18 anos. Ele é um centroavante, embora também possa jogar nas laterais.

Ele jogou a Copa do Mundo Sub-17 marcando dois gols em quatro jogos até que teve que se aposentar na reta final devido a uma lesão. Embora tenha contrato até 2022, espera-se que seja vendido antes. A sua cláusula é de 50 milhões de euros.

Gabriel Veron (Palmeiras)

Eleito o melhor jogador da última Copa do Mundo Sub-17, o atacante do Palmeiras encerrou a competição com três gols. Gabriel Veron fará 18 anos em 3 de setembro de 2020. Embora sua posição principal seja o ala direito, ele também pode jogar centralizado.

Esta temporada será a primeira da equipe profissional. Ele tem um contrato até 2024 e uma cláusula de 60 milhões de euros.

Yan Couto (Coritiba)

Yan Couto é o defensor menor de idade mais talentoso do Brasil. O lateral-direito de 17 anos já chamou a atenção de olheiros de alguns dos maiores clubes da Europa, incluindo Barcelona e Manchester City.

Ele é chamado para ser o substituto de Dani Alves e do lendário Cafu na seleção brasileira do futuro. A capacidade de se mover em pequenos espaços vem desde seu início no futsal. Sua velocidade o ajuda a intervir em jogadas de ataque. Na final do Mundial Sub-17, ajudou Lázaro a fazer o gol da vitória.

Seu contrato com o Coritiba termina no final deste ano e sua cláusula é uma das mais em conta do mercado: 5 milhões de euros.

Kaio Jorge (Santos)

O Santos, que teve de dispensar seus melhores jogadores em pouco mais de uma temporada, não tem escolha a não ser continuar se destacando. Sorte que a Vila Belmiro não impede a entrada de bons jogadores de futebol. O último, Kaio Jorge, um grande atacante com excelente definição. Na última Copa do Mundo Sub-17, ele marcou cinco gols em sete jogos.

Com apenas 18 anos, já atua no time titular do Santos. Em 2019 completou três jogos e nesta temporada Jesualdo Ferreira deve começar a dar-lhe mais minutos do que Sampaoli lhe deu.

Kaio Jorge tem contrato com o Santos até 2022. 100% dos seus direitos pertencem ao clube paulista que protegia o jogador com uma cláusula de 50 milhões de euros.

Cauê Santos (Corinthias)

Cauê Santos chegou ao Corinthians vindo do Novorizontino em abril de 2018, após marcar 24 gols em 26 jogos pelo Campeonato Paulista de Sub-17, quando tinha apenas 15 anos.

Por sua posição em campo e sua altura de 1,87, o atacante é comparado a Aubameyang, do Arsenal. Destaca-se pela técnica, resistência e precisão no acabamento. Ele tem contrato até março de 2022.

Elias (Gremio)

Extremo esquerdo de 17 anos, Elías encontra-se na reserva do Gremio caso seja vendido o internacional 'Cebolinha' do Everton.

Foi o maior goleador de seu time na última Copa São Paulo com seis gols. Uma delas foi escolhida a mais bonita da competição.

Aos 18 anos, na temporada passada não atingiu o ritmo esperado devido a lesões. Elias se destaca pela velocidade, precisão e versatilidade. É muito poderoso em um a um. Ele pode jogar como atacante e até agora em 2020 já marcou mais seis gols com a seleção Sub-20.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias