Série A

Se James Rodríguez tem coleção de carros de R$ 47 milhões, a garagem de CR7

Por Tomas Porto

Se James Rodríguez tem coleção de carros de R$ 47 milhões, a garagem de CR7

Os dois jogadores sabem como escolher um carro de luxo

Síguenos enSíguenos en Google News

James Rodríguez foi contratado em 2023, como um dos maiores reforços do São Paulo, vindo do Olympiacos sem custos. Contudo, apesar de ter assinado por duas temporadas, o meio-campista fracassou no Tricolor. O jogador colombiano, além de atuar na Seleção da Colômbia, já passou por grandes clubes do futebol mundial em ligas como a LaLiga, Bundesliga e da Premier League. Agora, que desejou sair do São Paulo, por ora, o jogador se despede do futebol brasileiro.

A fortuna de James Rodríguez é bem alta e o salário dele no Tricolor também era. O patrimônio está estimado em torno dos R$ 490,2 milhões. Ao que parece, no São Paulo, o jogador recebia um salário de R$ 960 mil. No Olympiacos, equipe da Grécia onde atuava antes de ir para o Tricolor Paulista, recebia cerca de 2,6 milhões por ano, aproximadamente R$ 16 milhões. Com a saída do clube paulista, James Rodríguez deixa de receber R$ 17 milhões do clube.

Além de muito dinheiro, o meio-campista tem uma incrível coleção de carros. Sua coleção de automóveis súpera R$ 47 milhões. O veículo de que o atleta mais gosta é um Lamborghini Gallardo amarelo, que chega a custar R$ 1,7 milhão. No entanto, Cristiano Ronaldo também é apaixonado por carros e possui modelos incríveis e de variados valores em sua garagem. A coleção de automóveis de CR7 supera a de James Rodríguez em alguns muitos milhões.

A espetacular coleção de CR7

Cristiano Ronaldo tem uma fortuna estimada em US$ 1,58 bilhão, cerca de R$ 7,8 bilhões. Além disso, o cinco vezes melhor do mundo chega a ganhar cerca de R$ 930 milhões por ano de salário pelo Al-Nassr. Cristiano Ronaldo é apaixonado por carros e tem uma coleção de carros de luxo avaliada em mais de R$ 100 milhões. Na sua garagem, um de seus itens de luxo é uma Bugatti La Voiture Noire que pode chegar a custar R$ 67 milhões.


Mais notícias