Qatar 2022

Vale tudo por Neymar, a regra que o Manchester United quebraria pelo craque

Por Jorge Dias

Vale tudo por Neymar, a regra que o Manchester United quebraria pelo craque

Atacante pode deixar o PSG na próxima janela de transferências

Síguenos enSíguenos en Google News

A temporada europeia está terminando e os rumores de transferência já começaram. Segundo a imprensa francesa, o PSG está disposto a negociar Neymar, e cogita até mesmo um empréstimo. Pelo outro lado, o jogador brasileiro não fará esforços para permanecer na França e aceitaria uma boa proposta caso ela chegue. O estopim para Neymar no Paris Saint-Germain foi ter a sua casa cercada por torcedores que exigiam a sua saída do clube. 

Um dos possíveis destino de Neymar é o Manchester United, mas a transferência depende de um fator extra-campo. Caso o Sheik Jassim conclua a compra do clube, Neymar será o principal alvo do United na janela transferências. Na última semana, o bilionário fez uma oferta de cerca de 5 bilhões de euros. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Limpa no Mengão, os jogadores que Sampaoli irá se desfazer no Flamengo

O que o VAR fez com o São Paulo no jogo contra o Goiás deixou Dorival Júnior revoltado

O portal GOAL divulgou que o Manchester United estaria disposto a ultrapassar o seu teto salarial de £ 200.000 (R$ 1,2 milhão) por semana para trazer Neymar. O gigante inglês estaria disposto a pagar £ 385.000 (R$ 2,3 milhões) semanais, a mesma quantia que Cristiano Ronaldo ganhava na temporada passada. 

Apesar disso, o salário de Neymar diminuiria drasticamente, pois no PSG ele ganha quase o dobro desse valor. Atualmente, o atacante tem um dos maiores salários do futebol e recebe cerca de R$ 220 milhões por ano, valor que poucos clubes no mundo podem pagar. 

Números de Neymar na temporada

Neymar perdeu grande parte da temporada por conta de lesões, e ainda se recupera de uma cirurgia no tornozelo direito. Mesmo assim, o atacante contribui com bons números para o PSG, foram 29 jogos disputados, 18 gols marcados, 17 assistências e o título da Ligue 1. 

 

 


Mais notícias