Qatar 2022

Não só na Espanha: Vinicius Junior sofreu racismo em passagem pelo Flamengo

Por Romario Paz

Não só na Espanha: Vinicius Junior sofreu racismo em passagem pelo Flamengo

Craque do Real Madrid também foi alvo de racismo na época do Flamengo

Síguenos enSíguenos en Google News

As ofensas racistas contra Vinicius Junior continuam dando o que falar. É que a campanha orquestrada pelo Real Madrid está gerando repercussão contra o Valencia, time que venceu o atual campeão espanhol por 1 a 0 no último domingo. Porém, o caso de racismo contra o jogador brasileiro roubou a cena. O ex-flamenguista foi chamado de "macaco" por praticamente todo o estádio Mestalla, e as sanções não demoraram a vir.

Tanto que até o Brasil pretende dar lições à Espanha contra o racismo. O ministro da Justiça e Segurança Pública brasileiro, Flávio Dino, informou também que o governo brasileiro estuda aplicar o princípio de extraterritorialidade no caso do jogador da Seleção Brasileira. Hoje, foi anunciado que o cartão vermelho recebido pelo camisa 20 foi anulado, o time valenciano recebeu uma multa financeira e teve um setor do estádio fechado até o fim do campeonato.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Ele foi campeão da Libertadores, não joga nada, mas pode salvar o Corinthians

Esperança do Grêmio foi ao fundo do poço quando esta estrela se lesionou contra o Cruzeiro

"Estamos estudando a possibilidade de aplicar o princípio conhecido como extraterritorialidade. O Código Penal prevê que, em algumas situações excepcionais, é possível aplicar a lei brasileira em caso de crimes contra brasileiros, mesmo no exterior", explicou o ministro da Justiça durante entrevista.

Até no Flamengo

Em junho de 2018, o então atacante do Flamengo, mas já negociado com o time espanhol, foi alvo de racismo nas redes sociais, através de comentários feitos no Facebook por rivais do rubro-negro carioca. Um pouco antes, em agosto de 2017, um torcedor do Botafogo foi preso por insultos racistas contra parentes de Vini. Isso ocorreu depois que o atacante fez um gol contra o rival e comemorou com o gesto do "chororô", que ficou eternizado pelo ex-atacante Souza, que jogou no Mengão e adorava provocar os botafoguenses.

Tópicos


Mais notícias