Qatar 2022

Enquanto Vini Jr sofre, o clube que está disposto a pagar o que for para contratá-lo

Por Romario Paz

Enquanto Vini Jr sofre, o clube que está disposto a pagar o que for para contratá-lo

Jogador considera saída do Real Madrid após ser vítima de racismo outra vez

Síguenos enSíguenos en Google News

Essa não foi a primeira vez que Vinicius Junior é alvo de torcedores racistas na Espanha. Em todos os jogos do Real Madrid fora de casa, o atacante brasileiro é alvo de ofensas de todos os tipos, sendo as piores de cunho racista. Contra o Valencia, no último domingo, a derrota por 1 a 0 para os donos da casa ficou em segundo plano por conta de um lamentável episódio.

Alvo de várias ofensas e cânticos racistas, o ex-jogador do Flamengo denunciou ao árbitro o que estava acontecendo e depois se envolveu em uma confusão com o goleiro do time adversário, recebendo um “mata-leão” do atacante Hugo Duro, do time mandante, que o segurava para evitar que o brasileiro revidasse a agressão contra o goleiro geórgio Mamardashvili.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Humilhou o Grêmio pelo Cruzeiro e o que falou na entrevista deixou gremistas revoltados

Enquanto no Corinthians ganhava milhões, o salário de Sornoza no Del Valle

O VAR, por sua vez, interferiu, mas não mostrou o que ocasionou a fúria de Vini Jr. O árbitro, com apenas essas imagens à disposição, expulsou o brasileiro, que era a vítima na história. Em comunicado nas redes sociais, o atacante da Seleção Brasileira disse que vai continuar lutando contra o racismo, nem que seja longe da Espanha, dando a entender que pode deixar o Real Madrid.

De Madrid a Paris?

Interessados são muitos: o Paris Saint-Germain, que deve negociar Neymar com o Manchester United, é o principal candidato a leva-lo, caso o brasileiro decida não permanecer mais na Espanha. Mesmo com o apoio do técnico Carlo Ancelotti, do presidente Florentino Pérez e de companheiros como Rodrygo, Rüdiger, Lucas Vázquez e Courtois, Vini ainda não tomou sua decisão. E o time francês só de olho, esperando para desembolsar milhões.

Tópicos


Mais notícias