Qatar 2022

Enquanto CR7 ganha R$ 1 bi, o salário gigantesco da Arábia que Neymar recusou

Por Jorge Dias

Enquanto CR7 ganha R$ 1 bi, o salário gigantesco da Arábia que Neymar recusou

Site afirma que o brasileiro recusou oferta do futebol árabe e está próximo do Manchester United

Síguenos enSíguenos en Google News

Nesta quarta-feira, o site Footmercato afirmou que Neymar recusou uma oferta de R$ 2 bilhões por ano do do futebol árabe, e está cada vez mais próximo do Manchester United. Vale lembrar que Neymar tem contrato com o PSG até junho de 2025 e uma multa rescisória de 250 milhões de euros.

Com a recusa de Neymar ao futebol árabe, a sua ida ao Manchester United vai se tornando realidade. Entretanto, a transferência de Neymar depende de uma negociação extra-campo. O Sheik Jassim, bilionário do Catar, negocia a compra do United, e tem como principal alvo para a próxima temporada, o craque brasileiro. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Vem reforço, o valor absurdo que ganhou o Grêmio após passar do Cruzeiro na Copa do Brasil

Bem-vindo ao Mengão, o salário milionário que o Flamengo oferece para De La Cruz

Enquanto o seu futuro não é definido, Neymar vive momentos conturbados no PSG. A diretoria do clube francês se irritou com o atacante, após ele não comparecer a festa de comemoração do título da Ligue 1. Neymar foi o único jogador do elenco ausente, pois preferiu ir a Mônaco acompanhar a etapa da Fórmula 1. 

Apesar dos rumores de sua saída, Neymar estampou a campanha de uniformes do PSG para a próxima temporada. Além dele, Messi, que também pode estar de saída, também foi capa da divulgação. Ao que tudo indica, o Paris Saint-Germain deve negociar Messi e Neymar para construir um time em volta de uma única estrela, Mbappé

Números de Neymar nesta temporada

Neymar perdeu grande parte da temporada por lesão no tornozelo direito. Mesmo assim, o craque contribui com bons números enquanto esteve a disposição do PSG. Na temporada 2022/ 2023, Neymar disputou 29 jogos, marcou 18 gols, e deu 17 assitências. 

 


Mais notícias