Qatar 2022

Dois lados da moeda: Urrutia fez o Flu chorar em 2008 e ajudou na histórica arrancada de 2009

Por Jorge Dias

Dois lados da moeda: Urrutia fez o Flu chorar em 2008 e ajudou na histórica arrancada de 2009

Ex-jogador da LDU foi técnico de grande seleção 

Síguenos enSíguenos en Google News

Patricio Urrutia é um dos maiores carrascos da história do Fluminense, o meia equatoriano era um dos principais nomes da equipe da LDU que foi campeã da Libertadores 2008 em cima do Flu. No jogo de ida da decisão, a LDU venceu o Tricolor por 4 a 2 e encaminhou o título, mas em um Maracanã lotado, Thiago Neves fez um hat-trick e comandou o Fluminense, que venceu por 3 a 1. O título foi decidido nos pênaltis e o clube equatoriano conquistou a sua primeira Libertadores.

Após conquistar a Libertadores e ser um dos destaques da LDU, Patricio Urrutia foi contratado pelo Fluminense em 2009. Entrentanto, o meia não consegui repetir as boas atuações e atuou em apenas cinco jogos com a camisa do Flu. Urrutia retornou a LDU, onde disputou 398 jogos, marcou 61 gols e encerrou a sua carreira como um dos grandes jogadores da história do clube. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Enquanto no Real Madrid ganha R$ 50 mi, o salário que Vini JR tinha no Flamengo

Enquanto Arboleda ganha R$ 400 mil no São Paulo, o salário de Sornoza, ex-Corinthians

Depois de pendurar as chuteiras, Patricio Urrutia seguiu a carreira de treinador, e comandou a Seleção Sub-17 do Equador durante um curto período. Em 2022, o ex-jogador deixou o comando da seleção e está desempregado no momento. 

Jogadores equatorianos no Brasil

Atualmente, cinco jogadores equatorianos atuam no Brasil, são eles Jhegson Méndez e Arboleda no São Paulo, Segovia, do Botafogo, Andrés Hurtado, do RB Bragantino e Jhoanner Chávez, do Bahia. Até o último mês, Bryan Garcia era jogador do Athletico-PR, mas ele teve o seu contrato rescindido por envolvimento em esquema de apostas esportivas. 

 


Mais notícias