Qatar 2022

Caso Daniel Alves: as novas provas que acabam com as esperanças do jogador

Por Jorge Dias

Caso Daniel Alves: as novas provas que acabam com as esperanças do jogador

UOL divulgou que machucado no joelho se tornou prova fundamental no caso

Síguenos enSíguenos en Google News

Nesta quarta-feira, o UOL publicou que o machucado no joelho da vítima se tornou prova fundamental no caso de Daniel Alves. O portal deve acesso a documentos e imagens do processo em que a jovem de 23 anos acusa o ex-jogador de abuso. O crime teria acontecido em 30 de dezembro de 2022, na Boate Sutton, em Barcelona, na Espanha. 

Em sua versão a policía, a jovem comentou que foi impedida por Daniel Alves de sair do banheiro e que ele a machucou. Em exames feitos logo após o crime, foram constatos hematomas no corpo da jovem.  “Agarrou pela nuca, não sei se também pelos cabelos e me jogou no chão, machuquei o joelho”, disse a vítima em depoimento. 

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

O jogador de luxo, e destaque na Copa do Mundo, que será reforço do Internacional

Loucura, Luxemburgo solta verdades sobre o momento do Corinthians após nova derrota

O UOL teve acesso as gravações das câmeras de segurança da boate. Segundo a reportagem é possível ver Daniel Alves e a vítima deixando o banheiro. “A mulher que acusa Daniel Alves apresenta dificuldade para caminhar; ela mostra o joelho ferido para a amiga e começa a chorar”. 

Nas imagens ainda é possível notar o momento em que a jovem encontra com um segurança da boate e fala sobre o acontecido. “Ainda chorando, a mulher que acusa Daniel Alves explica ao funcionário o que aconteceu e volta a mostrar o joelho ferido; o segurança chama o gerente da Sutton”, escreveu o UOL.

Imprensa espanhola divulgou um áudio da jovem

Na última semana, a imprensa espanhola divulgou um áudio da vítima conversando com policiais logo após o crime. “Fui voluntariamente ao banheiro e, após darmos alguns beijos, disse que queria ir embora, mas ele [Daniel Alves] disse que não. Ele começou a me dizer coisas desagradáveis, como ‘você é minha vadia’ e começou a me bater. Ele jogou minha bolsa no chão e me bateu”, relatou a jovem.

Tópicos


Mais notícias