Brasileiros pelo Mundo > Neymar

O que tem que acontecer para Neymar e Messi jogarem jumtos no PSG

Oclube francês já planeja a próxima temporada com o argentino como líder do projeto, mas quer manter Mbappé jumto a Neymar

Messi poderia jogar no PSG
Messi poderia jogar no PSG

Joan Laporta quer manter Leo Messi no FC Barcelona a todo custo e o argentino parece determinado a continuar no clube do Barça, apesar do famoso episódio do burofax no verão passado, quando o atacante comunicou oficialmente à entidade seu desejo de deixar o time após 16 temporadas.

No entanto, há uma terceira variável nesta equação sobre o futuro do jogador: a própria família de Leo. Opai de Messi e outros familiares pressionam o jogador para ir ao Paris Saint-Germain, considerando que o clube francês lhe oferece um projeto esportivo de curto prazo melhor do que o Barça. Mas desta vez o do Rosário, ao contrário do que aconteceu no ano passado, quer continuar a usar o Barça. No entanto, não os tem todos porque continua a duvidar de que Laporta lhe possa oferecer um projecto de garantia para devolver a ilusão aos adeptos dos catalães.

A oferta do PSG a Leo Messi é muito tentadora: dois anos de contrato, mais um terceiro opcional, com um chip muito acima do que o Barça lhe pode oferecer desde o início. E é que na entidade Culé, que tem um rombo económico considerável - dívida total de 1.173 milhões de euros, dos quais 730 milhões são de curto prazo - o argentino, que fará 34 em pouco mais de um mês, teria de baixar consideravelmente seu recorde, que é de 71 milhões de euros por ano por temporada, segundo os documentos sobre seu contrato faraônico que o jornal El Mundo publicou em janeiro passado.

Neymar com Messi no Barcelona

Obrigado por assistir

A mesma informação do Le Parisien destaca que o PSG já está planejando o curso 2021/22 com um projeto faraônico liderado por Messi. O objetivo da entidade parisiense é a chegada de uma superestrela como Messi, a de um lateral-direito - eles também estão interessados em outro jogador do Barça como Emerson Royal, agora emprestado ao Betis - e um meio-campista com perfil de meio-campista.

A estas três contratações, o Paris Saint-Germain acrescenta a tarefa de tentar convencer Kylian Mbappé a renovar o seu contrato para além de 2022, uma vez que conseguiu empatar Neymar Júnior até 2025. Ou seja, juntar à equipa três estrelas mundiais como Messi, Mbappé e Neymar.

Neymar e Messi no Barcelona

Da mesma forma, e após muitas mudanças de banco nos últimos anos, Le Parisien também destaca que o clube francês vai confiar todo o projeto ao técnico argentino Mauricio Pochettino, que chegou a Paris em janeiro passado no lugar de Thomas Tuchel, finalista da atual Champions League. eliminando o Real Madrid nas semifinais.

Apesar dos números astronómicos que implicaria ter Messi, Mbappé e Neymar na mesma equipa, o PSG considera que seria sustentável porque a receita de marketing dispararia com a presença das três fendas, embora outra coisa é que com elas podem cumprir o fair play financeiro da UEFA.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias