Lendas

Ganhava € 9 mi como jogador, qual o salário de Roberto Carlos como diretor do Real Madrid

Por Romario Paz

Ganhava € 9 mi como jogador, qual o salário de Roberto Carlos como diretor do Real Madrid

Lendário lateral-esquerdo atuou por 12 anos com a camisa madridista

Síguenos enSíguenos en Google News

Roberto Carlos fez história com a camisa do Real Madrid. Em 12 anos jogando no time espanhol, colecionou títulos. Entre eles, três da Liga dos Campeões da Europa, e dois do Mundial de Clubes, e inúmeras conquistas nacionais, entre a La Liga, a Copa do Rei e a Supercopa da Espanha, por exemplo. Em 527 jogos, o lateral-esquerdo pentacampeão marcou 68 gols, sendo o maior artilheiro da posição na história do clube.

Depois de passar 12 anos no futebol espanhol (havia passado também pela Inter de Milão), foi se aventurar no Fenerbahçe-TUR, antes de voltar ao Brasil para jogar no Corinthians, rival do Palmeiras, onde ganhou projeção internacional com os dois títulos do Campeonato Brasileiro conquistados em 1993 e 1994, saindo antes da conquista do Campeonato Paulista de 1996.

Mais notícias de Lendas:

Ganhou a Copa do Mundo, fracassou na Europa e fatura com cerveja no Brasil

O carro mais humilde deixado por Pelé: colecionadores obcecados oferecem uma fortuna

Passou também por times como o extinto Anzhi Makachkala, da Rússia, e também o Sivasspor, da Turquia, encerrando a carreira no futebol indiano em 2015, após um hiato de alguns anos parado. Atualmente, o jogador trabalha como diretor de relações internacionais do Real Madrid, e costuma sempre participar de eventos ligados ao clube e jogos festivos com o time de lendas.

Salário aumentou

Na sua época de jogador, perto do fim do contrato, RC3 chegou a ganhar € 9 milhões, cerca de R$ 49 milhões por ano na cotação atual. Ainda assim, acabou deixando o clube para se aventurar em outros lugares, quando fechou com o Fener a pedido do então técnico Zico, ídolo do Flamengo e que se aventurava no futebol europeu como treinador. Atualmente, ele recebe cerca de R$ 65 milhões na nova função.


Mais notícias