Lendas > Brasileiros Pelo Mundo

Adriano entra na Calçada da Fama do Maracanã: a emoção do ‘Imperador’ é indescritível

O brasileiro se viu muito animado nas redes sociais ao saber que será imortalizado em um dos estádios mais históricos do futebol

Adriano como o melhor atacante do Brasil.
Adriano como o melhor atacante do Brasil.

Adriano Leite Ribeiro, apelidado de Imperador, fará parte da Calçada da Fama do mítico estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, conforme anunciado pelo governo regional. O ex-atacante brasileiro de 39 anos foi escolhido para deixar suas pegadas no templo carioca, que desde 2000 imortalizou em suas instalações os maiores jogadores de futebol da história, além de atletas de outras modalidades.

O ex-jogador do Inter de Milão será o 123º atleta a ser homenageado e integra uma seleta lista que já conta com nomes de craques como Pelé, Garrincha, Zagallo, Zico, Romário e mais recentes como Ronaldinho Gaúcho, Ronaldo Nazário e Marta.

"Eu estou super animado. Sempre foi meu sonho. Gostaria que meu pai estivesse aqui para ver ", disse Adriano em declarações ao portal‘ ge ’. O ex-internacional brasileiro também compartilhou algumas fotos em seu perfil do Instagram nas quais fica visivelmente animado ao receber a notícia de que seu nome fará parte da Calçada da Fama do Maracanã.

Adriano jogou em clubes como Roma e Inter de Milão. (Instagram Adriano)

A Superintendência de Esportes do Rio de Janeiro, órgão que anunciou a entrada de Adriano no seleto grupo, afirmou em suas redes sociais que a cerimônia com o Imperador só acontecerá quando for permitida a presença do público nos estádios, hoje proibida pela a pandemia de coronavírus.

O poderoso atacante, que ficou conhecido mundialmente no Inter de Milão, admitiu há alguns anos que sofreu uma depressão após a morte de seu pai em 2004, uma derrota que o devastou e marcou o início de seu declínio como um jogador de futebol de elite.

A emoção de Adriano em entrar na Calçada da Fama do Maracanã.

Depois de várias temporadas no futebol italiano, ele voltou ao Brasil, primeiro ao São Paulo, por um breve período; e depois para o Flamengo, com quem ressurgiu e conquistou o Campeonato Brasileiro de 2009, sendo o maior artilheiro da competição com 19 gols, sendo 13 deles no Maracanã.

Ronaldinho deixou suas pegadas na Calçada da Fama do Maracanã.

Então ele foi para Roma, onde quase não teve continuidade. Em 2011 voltou ao Brasil para jogar pelo Corinthians com pouco sucesso. Em 2014, depois de passar quase dois anos no escuro, o atacante voltou ao futebol com o brasileiro Atlético Paranaense, do qual foi demitido. Mais tarde, sua contratação pelo francês Havre foi frustrada e sua carreira terminou com uma passagem pelo Miami United.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias