Brasileirão

Não só na Europa: os jogadores do Santos que foram vítimas de racismo como Vini Jr

Por Romario Paz

Não só na Europa: os jogadores do Santos que foram vítimas de racismo como Vini Jr

Dois jogadores do Peixe foram alvo de ofensas por parte da torcida adversária

Síguenos enSíguenos en Google News

Na Copa Sul-Americana, o Santos perdeu de virada para o Audax Italiano-CHI por 2 a 1 fora de casa e se viu em situação mais complicada em seu grupo na competição, precisando vencer seus últimos dois jogos e torcer contra o adversário chileno para que tropece em pelo menos um. Porém, o futebol voltou a ficar em segundo plano por conta de ofensas racistas.

O zagueiro Joaquim, que foi expulso no primeiro tempo, e o atacante Ângelo foram vítimas de insultos por parte da torcida chilena. Segundo o gerente de comunicação do Peixe, Fábio Maradei, o clube denunciou os fatos à CONMEBOL, e o árbitro da partida relatou os acontecimentos na súmula do jogo, podendo causar prejuízos grandes ao Audax.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

Ele era humilhado por Ceni no São Paulo, mas agora provou que tem o seu grande valor

Jogava bem contra o Grêmio e fez um gol, mas quando tentou o segundo, este atleta salvou

Segundo Maradei, o zagueiro começou a receber ofensas quando deixava o campo após receber cartão vermelho. Torcedores chilenos gritavam, chamando-o de “macaco”, e fazendo sons e gestos do animal. Já o atacante, ao ser substituído, também foi alvo de ofensas de cunho racista. Indignado, o técnico Odair Hellmann esbravejou contra a entidade e espera que algo seja feito.

Cobrança à Conmebol

Nas redes sociais, muitos santistas cobram a Conmebol para que aplique uma branda punição, como a perda dos pontos da partida por parte do Audax Italiano, além de uma multa financeira pesada ao clube chileno. Eles lembraram também as postagens da entidade após o caso de racismo contra Vinicius Junior no último domingo, pelo Campeonato Espanhol, para cobrar ações mais brandas contra o racismo.

Tópicos


Mais notícias