Série A > Saopaulo

Saiba quanto o Deportivo Maldonado pediu ao São Paulo para liberar Calleri

Equipe uruguaia resiste à liberação e faz pedida alta ao Tricolor 

Jogador tem desenho de voltar ao São Paulo, mas uruguaios dificultam
Jogador tem desenho de voltar ao São Paulo, mas uruguaios dificultam

O São Paulo tem o sonho de contar com o atacante Jonathan Calleri na temporada de 2021, desde que o contrato dele com o Osasuña, da Espanha, encerrou no início do mês. Mesmo com a sinalização positiva do argentino em voltar a atuar pelo Tricolor, o Deportivo Maldonado, dono dos direitos do atleta fazem jogo duro. 

Segundo o site Goal.com, o São Paulo ofertou cerca de 23 milhões de reais para contar com o jogador ainda nesse mês, porém, a equipe uruguaia fez uma contraproposta e disse que não irá liberar Calleri por menos de 9 milhões de dólares, algo em torno de R$ 45 milhões de reais. 

A princípio, a intenção do Tricolor era começar os pagamentos em 2022, mas a ideia foi completamente descartada pelo Deportivo Maldonado. O São Paulo então fez uma nova proposta, mais próxima daquilo que os donos de Calleri pediam e deu até essa quinta-feira (15), como data limite para a resposta.

Foto: Reprodução - jogador teve primeira passagem artilheira pelo clube

No entanto, mesmo com o acréscimo de dinheiro, o Deportivo Maldonado segue fazendo jogo duro o que deu uma esfriada na negociação e o clube chegou a averiguar a situação de outro argentino, Darío Benedetto, que está no Olympique de Marselha, mas a situação também é difícil. 

Ainda aguardando respostas, o São Paulo vive uma situação complicada no ataque, já que 3 jogadores estão machucados: Emiliano Rigoni, Luciano e Eder. Pablo, artilheiro da equipe no ano, com 9 gols, atravessa má fase e uma das últimas opções de Hernán Crespo e Vitor Bueno, é bastante criticado pela torcida.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias