Série A

Por pouco; Timão passou susto com o Goiás mesmo vencendo

Timão precisou gastar tempo com uma equipe mais fraca

Corinthians
Corinthians

O Corinthians derrotou a equipe do Goiás pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, por 1x0, o gol solitário da equipe alvinegra foi marcado por Fábio Santos, após cobrança de um pênalti, depois da bola ter tocado no braço do jogador Caio Vinicius, segundo o arbitro Bráulio Machado, e o VAR decidiu não interferir.

Mais notícias do Corinthians:

'Não foi pênalti', Corinthians é mais uma vez favorecido pela arbitragem; saiba mais

O Corinthians teve uma partida fácil apesar do placar solitário, o show da torcida também ajudou a intimidar os visitantes comandados pelo treinador Jair Ventura. Mas mesmo com 80% de posse de bola, o Timão se viu em momentos de sufoco na reta final da segunda etapa, quando o Goiás partiu para o tudo ou nada e encurralou a equipe paulista.

O show da torcida, que em determinado momento provocou a torcida santista, rival que enfrentará o Corinthians na quarta-feira, se viu aflita quando Cássio errou uma saída de bola e entregou ela nos pés de Pedro Raul que desperdiçou a oportunidade.

O Goiás acreditou até o último minuto e adiantou suas linhas na tentativa de sufocar o Corinthians, que se viu obrigado a usar de táticas anti-jogo para segurar o placar. Mesmo com os sete minutos de acréscimos e o apoio incondicional do torcedor, o Timão conseguiu segurar a vitória. A equipe alvinegra precisa melhorar na questão da intensidade de jogo para evitar sustos ao seu torcedor.

Torcida presta ‘homenagem’ ao Santos

Os cânticos da Fiel foram direcionados a torcida santista que aguarda o confronto de quarta-feira pelas oitavas de final da Copa do Brasil. Da arquibancada era possível ouvir gritos como ‘Guerra, é guerra, quarta-feira é guerra’ e também “Santos é o c…. lugar de peixe é no aquário”. Torcedores santistas responderam as provocações em tom de ironia no Twitter.

Mais notícias do Futebol brasileiro:

O jogador que se declara culpado no Flamengo e pode piorar

Jorge Dias

Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie em 2013, mas atuo desde 2008 com textos esportivos. Já trabalhei no Diário Lance! como diagramador e jornalista, de 2010 a 2016. Escrevi para Surto Olímpico, Bola Parada, Torcedores.com e Punteiro Izquierdo.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias