Série A > Saopaulo

Os motivos que fazem o presidente do São Paulo crer em um 2022 melhor que 2021

Presidente centrou suas explanações no setor financeiro e no respaldo ao técnico Hernán Crespo

Presidente falou da parte financeira do São Paulo e de atualização do Reffis
Presidente falou da parte financeira do São Paulo e de atualização do Reffis

O presidente do São Paulo, Júlio Casares, falou sobre diversos assuntos nesta quinta-feira (22), e revelou que espera um Tricolor muito melhor em 2022 do que está em 2021. O mandatário apontou que pode oscilar seja tecnicamente ou economicamente, mas o ano que vem certamente será melhor para o clube. 

“O 2021 acho que teremos oscilações, mas, talvez, 2022 já com uma base mais treinada, com calendário mais ajeitado, podemos crescer ainda mais. É o que acreditamos”, falou o presidente ao portal ge.globo. 

Júlio Casares falou sobre a parte financeira do clube e como vem quitando as dívidas contraídas em gestões passadas. “Acredito que hoje estamos estabelecendo com prêmios, como o da Libertadores. Nessa, o jogador recebe sua parte e outra já vai para o bolsão. Tudo que estamos conquistando já para aquele débito”, falou o Casares ao se referir ao bolsão feito para realizar o pagamento de dívidas.

Foto: Marcos Ribolli - Presidente do São Paulo deu respaldo ao técnico Hernán Crespo

O presidente do São Paulo também se atentou ao REFFIS e o departamento médico tricolor, quando anunciou que apresentará um projeto de aperfeiçoamento dos profissionais e de novos equipamentos, avançando assim na parte tecnológica do setor, voltando uma vez mais a ser referência. Como não podia ser diferente, também falou do técnico Hernán Crespo. 

“Nosso técnico é o Hernán Crespo com sua comissão técnica. Estou falando depois que classificou para as quartas [da Libertadores], mas se perder, vamos continuar com o projeto. Grandes frcassos de clubes são trocas de treinadores. O São Paulo passou por isso e não traz resultado” finalizou o mandatário são paulino.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias