Série A

'Advogado do Diabo'; saiba por que histórico de Fernando Diniz tem irritado torcedores do Fluzão

Fernando Diniz tem histórico de defender criticados da torcida

Fernando Diniz
Fernando Diniz

Uma característica de Fernando Diniz tem irritado os torcedores do Fluminense, o treinador e ex-jogador histórico do clube, tem o histórico de defender atletas criticados pelas arquibancadas. Na coletiva de imprensa após o jogo contra o Avaí, vencido por 2x0, o comandante tricolor saiu em defesa de Wellington, um dos jogadores mais criticados pelos adeptos.

Mais notícias do Futebol brasileiro:

John Textor está preparado para investir fortuna em clube, e não é o Botafogo; saiba mais

“A torcida tem todo o direito de fazer os questionamentos. A gente que milita no meio do futebol, jornalistas e treinadores, tem que tomar um pouco de cuidado e ter um olhar um pouco mais técnico. Ou será que eu não entendo nada de futebol, botei o Wellington e ele não fez partidas boas? Qualquer um que quiser ver as coisas boas do Wellington eu mostro para vocês” afirmou o treinador.

O comandante ainda pontuou que o volante é um dos seus homens de confiança dentro do elenco tricolor, "Ele é bom jogador. Se não fosse, não teria jogado toda a carreira só em time grande. Você pode até discordar de mim, mas te provo que ele é bom jogador".

Na definição do comandante tricolor, o Fluminense precisa de jogadores que tenham a determinação e a coragem que são refletidas em Wellington, “Taticamente porque ele tem passe, participa do jogo, é corajoso… Jogador não é questão só tática, o cara tem que ter fome, coisa que ele tem, ser corajoso”, completou Diniz.

No São Paulo, Diniz bancou Igor Gomes e Vitor Bueno

"Todo mundo tem dias ruins e fases ruins que tendem a passar. Temos que sempre apoiar e não entrar na roda do sistema, de que quem joga hoje mal, vai ser ruim para sempre", foi assim que Diniz demonstrou apoio aos dois jogadores são paulinos que estavam em baixa durante sua passagem, o treinador bancou a titularidade de dois jogadores que, hoje, são fundamentais na equipe de Rogério Ceni.

Mais notícias do Futebol brasileiro:

Sem ajuda da família Menin, Atlético Mineiro está em situação desesperadora; entenda o caso

Jorge Dias

Jornalista formado pela Universidade P. Mackenzie em 2013, mas atuo desde 2008 com textos esportivos. Já trabalhei no Diário Lance! como diagramador e jornalista, de 2010 a 2016. Escrevi para Surto Olímpico, Bola Parada, Torcedores.com e Punteiro Izquierdo.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias