Qatar 2022

Adeus Paris, time oferece milhões para Neymar, jogador iria embora da França

Por Romario Paz

Adeus Paris, time oferece milhões para Neymar, jogador iria embora da França

Para trazer o brasileiro, time teria que se desfazer de uma de suas peças

Síguenos enSíguenos en Google News

A saída de Neymar do Paris Saint-Germain é praticamente certa. Depois de vários protestos dos torcedores na porta de sua casa e também do mau rendimento do jogador com seguidas lesões, o clube pretende usá-lo como moeda de troca para obter um grande reforço para a sequência da temporada: o meia português Bernardo Silva, do Manchester City, clube que tem interesse no brasileiro.

Segundo o portal Sports Zone, da França, o PSG iria aproveitar o interesse do time inglês no camisa 10 da Seleção Brasileira para fazer uma troca pelo camisa 10 da seleção de Portugal, envolvendo ainda uma quantia em dinheiro que seria paga dos dois lados. Neymar tem contrato com o time francês até 2027, mas com os recentes acontecimentos e a saída de seu amigo Lionel Messi, também deve deixar a França.

Mais notícias do Futebol Brasileiro:

O ex-jogador do Palmeiras que está internado em ala psiquiátrica de hospital

Arboleda, do São Paulo, tem carro de luxo de edição limitada, é impressionante

Desde que o clube francês anunciou que negociaria o brasileiro na janela de transferências do próximo mês, vários clubes demonstraram interesse em contar com o seu futebol, e a maioria vem da Premier League, como Chelsea, Manchester City e Manchester United, além do próprio Newcastle, que deve disputar a Liga dos Campeões da Europa na próxima temporada e quer uma estrela no time.

Neymar no lado azul?

Ainda não se falou em valores de uma transferência de Neymar para o time treinado por Pep Guardiola. Mas o que se sabe é que o interesse do lado azul de Manchester é muito forte, e querem repor a possível perda de Bernardo, que está no clube desde 2017, para trazer um jogador ainda mais decisivo e com muita habilidade como é o caso do ex-jogador de Santos e Barcelona.

Tópicos


Mais notícias