Qatar 2022

A dura notícia que Neymar acaba de receber no PSG, os ultras comemoram

Por Romario Paz

A dura notícia que Neymar acaba de receber no PSG, os ultras comemoram

Dois dos pesos pesados do PSG podem ter as horas contadas com o time PSG

Síguenos enSíguenos en Google News

Siga a revolução no PSG. O novo terremoto na cidade de Paris seria comandado pela decisão de colocar à venda dois pesos pesados da seleção francesa, Neymar e Verratti. Conforme noticiado pelo jornal 'As', a diretoria presidida por Al-Khelaïfi teria tomado essa decisão para realizar mudanças drásticas no clube.

No caso do craque brasileiro, a notícia de sua possível saída saltou semanas atrás, novamente envolvido em uma jornada que parece não ter fim com lesões. No entanto, não é a primeira vez que Neymar fica no olho do furacão desde que chegou ao PSG em 2018. Vale lembrar que o extremo 'carioca' foi tentado por diversas vezes a retornar ao FC Barcelona, inclusive então o conselho parisiense conseguiu mantê-lo.

Mais notícias do Futebol Brasileiro: 

Enquanto Enner Valencia tem carro de R$ 2 mi, Cazares tem o mesmo carro que CR7

Ele estava com o Corinthians em 2012, mas agora seu nome apareceu no esquema de apostas

A situação atual com o ex-jogador do Barcelona muda drasticamente, já que seria o próprio PSG que estaria interessado em deixá-lo sair desta vez. Apesar da queda no desempenho do ex-Barça, os números de 'Ney' nesta temporada também não são ruins, acumulando 13 gols em 20 partidas disputadas na Ligue 1. Vários clubes da Premier League já lançaram âncora para continuar com cuidado a situação do que é ainda a contratação mais cara da história do futebol (222 milhões).

Neymar, novamente mais longe do que dentro do PSG

Desta forma, não há dúvidas de que o PSG procura sacudir o vespeiro, para tentar reavivar um projeto que parece se dissipar a cada ano que passa. Além disso, não podemos esquecer a situação que se vive com Leo Messi, outra das estrelas da equipa parisiense que parece ter um pé e meio fora do clube.

Tópicos


Mais notícias