Lendas

Ronaldinho Gaúcho se complica com a Justiça e é convocado para depor mais uma vez

Por Jorge Dias

Ronaldinho Gaúcho se complica com a Justiça e é convocado para depor mais uma vez

Convocado para depor na CPI das Criptomoedas, Ronaldinho Gaúcho não apareceu e pode ser forçado para a segunda convocação

Síguenos enSíguenos en Google News

A CPI das Pirâmides Financeiras, popularmente conhecida como CPI das Criptomoedas, investiga possíveis esquemas de pirâmides envolvendo o mercado de criptomoedas no Brasil. Nessa investigação, diversas empresas no ramo e seus donos ou responsáveis por elas no país estão sendo chamados para depor sobre o assunto. As empresas são investigadas por supostamente atuarem como uma pirâmide financeira, mas dentro do mercado digital.

 

Ronaldinho Gaúcho havia sido convocado para depor sobre o seu envolvimento com a empresa 18k. Uma das empresas que é alvo de investigação da CPI por aparentemente atuar como uma pirâmide financeira. No argumento do requerimento, que foi aprovado em colegiado, a justificativa é “devido às promessas de altos e rápidos retornos” que a empresa fazia para seus cliente, ou para atrair clientes. Possíveis vítimas da 18k já haviam ido à Justiça contra a empresa, buscando a reparação de perdas no patrimônio.

Após ter sido convocado para depor, a defesa de Ronaldinho Gaúcho diz que o ex-jogador também é vítima. Pois teve a sua imagem usada de forma indevida e que também foi prejudicado. Além de alegar não ter envolvimento nenhum com os esquemas de fraudes. Houve o pedido no STF para que Ronaldinho Gaúcho não fosse obrigado a depor. No entanto, o ministro Edson Fachin indeferiu o pedido, mas garantindo o direito de ficar em silêncio, como uma forma de não se incriminar.

 

Ronaldinho Gaúcho é convocado de novo

O ex-jogador, mesmo com o direito de permanecer em silêncio, não compareceu para prestar depoimento na CPI das Criptomoedas. Ronaldinho Gaúcho era esperado nesta terça-feira (22). Como não apareceu, foi convocado de novo e houve uma mudança de data, agora a sessão para ouvir o atleta será nesta quinta-feira (24), às 10h (horário de Brasília). Além disso, foi aprovada a condução coercitiva, se Ronaldinho faltar pela segunda vez ao depoimento.

Tópicos


Mais notícias