Futebol Internacional > Jogadores

Culpado? Torcida do Manchester United aponta culpado pelo fracasso na estreia de Cristiano Ronaldo na Champions League

Logo após a partida, as redes sociais explodiram em comentários apontando os culpados da derrota do Manchester United

Red Devils tinham um a menos e sofreram forte pressão do time suíço
Red Devils tinham um a menos e sofreram forte pressão do time suíço

Clube vermelho de Manchester perdeu na estreia da Champions League e internautas apontaram onde foi o erro fundamental da equipe

Cristiano Ronaldo bem que tentou dar a vitória ao Manchester United, ao fazer o gol de abertura do placar na partida logo com 13 minutos de jogo, mas o Young Boys surpreendeu e venceu os Red Devils, por 2x1, na reestreia do gajo pelos Red Devils na Champions League. Os torcedores do Manchester United foram às redes sociais e apontaram todos os culpados da derrota nesta terça-feira (14).

O primeiro que levou a culpa foi o Aron Wan-Bissaka, que aos 35 minutos do primeiro tempocometeu uma dura falta e foi expulso direto pelo árbitro da partida. Com isso, o United, além de ficar com um a menos, perdeu uma opção de ataque quando Ole Gunnar Solskjær (lembre-se desse nome), o técnico, precisou recompor o sistema defensivo e tirou Jadon Sancho e colocou Diogo Dalot, ainda no primeiro tempo.

O segundo grande volão da noite dos Red Devils foi Jesse Lingard, porque foi ele quem errou o passe, praticamente dando uma assitência para Jordan Siebatcheu sair na cara de De Gea, escolher o lado e fuzilar para o fundo do gol aos 50 minutos do segundo tempo, dando o triunfo para o time aurinegro.

Porém, o grande responsável segundo a torcida foi o técnico Ole Gunnar Solskjær. O principal erro apontado feito pelo treinador foi ter tirado Cristiano Ronaldo para colocar Lingard, além de tirar Bruno Fernandes, que tambpem vinha fazendo bom jogo. A fúria da torcida foi tão grande que a tag #OleOut, que pede a saída do treinador, foi um dos assuntos mais comentados na europa.

Por que tirou CR7?

Quando questionado sobre a substituição de Cristiano RonaldoSolskjær afimrou que a intenção era poupar o gajo. "Ele é excepcional, mas temos que cuidar dele e parecia o momento de tirá-lo", contou o treinador. Solskjær se atentou também à substituição de Bruno Fernandes e disse que, por terem corrido muito sábado, a estratégia adotada foi usar a velocidade de Lingard e a experiência de Matic, mas acabou não dando muito certo.

No dia 29 de setembro, a equipe volta a campo pela Champions contra o Villareal, em casa. Mas antes disso tem compromisso pela Premier League contra o West Ham no próximo finals de semana.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias