Copas Internacionais > Libertadores 2021

Ultrapassado? Os milhões gastos no Centenário para a decisão da Libertadores

Torcedores apontaram que estádio sede da final não vale o preço do ingresso pago para a decisão da Libertadores

Lendário estádio de Montevidéu foi palco da primeira final de Copa do Mundo, em 1930
Lendário estádio de Montevidéu foi palco da primeira final de Copa do Mundo, em 1930

Saiba cada passo da reforma que passou o Estádio Centenário para receber a decisão da Copa Libertadores entre Palemiras e Flamengo 

O palco da decisão da Copa Libertadores em 2021, o lendário estádio Centenário de Montevidéu, no Uruguai, foi taxado por muitos como um estádio arcaico para receber o grande jogo da competição, ainda mais pelo preço dos ingressos, que são acima de um salário mínimo no Brasil. No entanto, para receber o jogo mais importante da temporada, o estádio passou por reformas.

Foto: Reprodução/Diário Carioca - Estádio passou por reformas para receber as finais sul-americanas

Ao todo, foram gastos cerca de R$ 33 milhões para que o estádio ficasse apto para sediar a final da Libertadores, no próximo sábado (27), e da Copa Sul-Americana, vencida pelo Athletico-PR, no último sábado (20). As obras foram focadas na remodelação do estádio, mantendo a sua estrutura histórica, já que o estádio foi palco de nada mais, nada menos que a primeira final de Copa do Mundo, em 1930.

Além disso, o estádio ganhou também um novo gramado para as decisões e, após as fortes chuvas que caíram em Montevidéu nos últimos dias, o relvado ficou intacto, devido a sua nova drenagem. Assentos nas arquibancadas foram restaurados, além de reforma na área de imprensa do estádio, nos banheiros e nas tribunas de honra. Os vestiários também receberam ajustes, como ampliação, e os bancos de reservas também foram remodelados.

Boa parte do montante gasto na remodelação do estádio foi quitada pela Conmebol, que também se preocupou na instalação de rede de fibra óptica para que haja internet Wi-Fi em todos os cantos do estádio, além da troca dos refletores, que passaram a ser de LED e todo sistema elétrico e hidráulico do estádio.

Foto: Reprodução - Estádio da final da Copa Libertadores nessa temporada recebeu a primeira final de Copa do Mundo, em 1930

O sonho Centenário

Porém, as melhorias no estádio não são apenas para a decisão da Libertadores, já que a Conmebol tem todo um plano traçado: a Copa do Mundo de 2030, a Copa do Centenário. O Uruguai pretende organizar a competição e conta com o desejo de países como a Argentina, o Chile e o Paraguai para unir forças para trazer a competição uma vez mais para esse canto do planeta.

Para 2030, temos que fazer mais um bocado de coisas, mas é certo que poderíamos receber com competência a Copa do Mundo mais uma vez”, contou Ricardo Lombardo, diretor do estádio Centenário, ao jornal Estado de São Paulo. Em 1930, cerca de 93 mil pessoas assistiram o Uruguai bater a Argentina e ficar com a primeira Copa do Mundo da história.

Foto: Alexandre Guariglia/Lancepress - Estádio teve troca do gramado e do sistema de drenagem, para ficar um tapete

Wesley Alencar

Jornalista desde 2017, formado pela Universidade São Judas Tadeu, e atuante como redator desde 2015. Passagens pelas rádios Max FM Cotia e Meteleco.net, além de outros portais de esportes e entretenimento. Cubro as principais informações de Flamengo, Palmeiras, São Paulo e Corinthians.+ info

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias