Copas Internacionais > Libertadores 2021

O campeão esteve presente: o Palmeiras goleou o Independiente del Valle por 5 a 0 para o grupo "A" da Libertadores

O Palmeiras passou por cima do elenco equatoriano, que fez sua apresentação mais discreta em torneios internacionais. Reviva os melhores momentos do jogo

Rony se hizo participe con un doblete para el 'Verdao'. (Foto: Conmebol)
Rony se hizo participe con un doblete para el 'Verdao'. (Foto: Conmebol)

O ‘Verdão’ na previa do jogo de Libertadores voltou a sofrer um duro golpe durante o fim-de-semana, depois de cair para o Mirassol, clube de ascensão brasileira. A equipa comandada pelo português Abel Ferreira perdeu por 2-1, mas apresentou um plantel alternativo.

O Palmeiras teve quatro baixas por lesão: Lucas Lima, Gabriel Veron, Breno Lopes e Benjamin Kuscevic. Contra a equipe equatoriana não haverá o zagueiro Alan Empereur, expulso na vitória por 3 a 2 sobre o Universitario de Deportes, nem Matías Viña, também por suspensão.

Ferreira cuidou de sua estrela onze contra o modesto time do interior paulista e, com um elenco misto, no qual havia vários jovens, ajustou uma surpreendente e dolorosa derrota que colocou sua passagem à próxima fase da competição em risco.

Com a mesma fórmula que o levou a conquistar o título na última edição da Copa Libertadores, o Palmeiras venceu o equatoriano Independiente del Valle por 5 a 0 nesta terça-feira em São Paulo e se firmou na liderança do Grupo A do torneio.

Abel Ferreira venceu Renato Paiva no duelo de treinadores portugueses graças a uma dobradinha de Rony (11, 74) e aos golos de Luiz Adriano (20), Patrick de Paula (65) e Danilo Barbosa (81), no estádio Park Allianz, na metrópole sul-americana.

O ‘Verdão’ voltou a colocar em prática o estilo pragmático do futebol, baseado em transições rápidas e alta pressão, o que o levou a erguer a sua segunda Libertadores no torneio de 2020.

Com a vitória, os brasileiros são os líderes na área com seis pontos, fruto da vitória por 3 a 2 sobre o Universitario, em Lima, na semana passada, na abertura da fase de grupos, enquanto os equatorianos estão em terceiro lugar, depois de empatar em 1 a 1 com Defesa e Justiça em Quito.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias