Série A > Copa do Brasil

São Paulo pode dar prejuízo milionário ao Grêmio e Luciano é o melhor jogador para conquistar o que são Paulo só conseguiu uma vez

São Paulo tem a maior decisão do ano no penúltimo dia de 2020

Luciano quer ser duplo algoz do Grêmio em 2020.
Luciano quer ser duplo algoz do Grêmio em 2020.

O São Paulo tem uma verdadeira final na quarta-feira (30), às 21h30 no Estádio do Morumbi. Bem, uma quase final, porque o segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil diante do Grêmio vale muito mais do que os 90 minutos em campo. Após a derrota na primeira partida por 1 a 0, o Tricolor paulista precisa vencer por dois gols de diferença para chegar na segunda final de sua história no torneio e de ganhar milhões de reais com a premiação recorde.

E o maior triunfo para essa classificação histórica é Luciano, atacante que conhece bem o Grêmio de 2020, já que esteve no clube entre julho de 2019 e agosto de 2020, até chegar ao São Paulo. Na Copa do Brasil já foram três gols e duas assistências, mas contra o Tricolor Gaúcho passou em branco nas duas partidas de 2020 e quer quebrar essa marca para dar o troco com a "lei do ex" na equipe que não quis aproveitar seu talento e fazê-la perder até R$ 54 milhões, premiação para o campeão do torneio.

E o Tricolor quer sentir o gosto de disputar mais uma final do torneio que teve sua primeira edição em 1989. O São Paulo foi finalista em 2000, mas perdeu para o Cruzeiro, o maior campeão da Copa do Brasil com seis títulos. Agora na melhor versão possível de 2020, Fernando Diniz tenta conduzir Luciano, Brenner, Dani Alves e companhia ao feito inédito de erguer uma taça que não está na sala de troféus de um dos clubes mais vencedores do Brasil.

Notícias relacionadas

Mais notícias

Mais notícias