Copas

Imprensa do Equador comenta sobre LDU x Fortaleza e surpreende os brasileiros

Por Romario Paz

Imprensa do Equador comenta sobre LDU x Fortaleza e surpreende os brasileiros

LDU e Fortaleza medem forças para a final da Copa Sul-Americana 2023

Síguenos enSíguenos en Google News

A grande final da Copa Sul-americana chegou. Fortaleza e LDU medirão forças no Uruguai para decidir quem será um dos campeões da América. Essa pode ser a primeira vez que um clube nordestino venceu uma competição continental da Conmebol, o que transforma a campanha do Leão do Pici em histórica apenas por chegar a final da competição.

Por outro lado, o ‘Rei de Copas’ do Equador, a LDU, pretende retornar ao patamar de campeões continentais com a conquista da Copa Sul-americana. A equipe equatoriana vem amargando péssimos desempenhos nas competições da Conmebol, desde seu último título nessa mesma copa em 2009, um ano depois do inesquecível ‘maracanazzo’ da Libertadores de 2008 contra o Fluminense.

Pelo Equador, a imprensa comenta sobre a final contra o Fortaleza. O ‘FutbolEcuador’ destaca em sua manchete a fala de Isaac Álvarez, presidente da LDU, “Eles nos acompanham por todo o país… Já não somos LDU de Quito, somos LDU do Equador há algum tempo!”, destacou o dirigente, lembrando que a partida é aguardada ansiosamente pelos torcedores.

 

O ‘Extra Ecuador’ destaca a campanha da LDU até aqui “Los Albos chegam à final da Sul-Americana com uma sequência de cinco jogos sem perder”, afirma o periódico. Já o ‘El Universo’ de Guayaquil afirma ‘Liga de Quito é o melhor time da história da Copa Sul-Americana’. O ‘Expreso’ aponta para a curiosidade sobre Juan Pablo Vojvoda, técnico do Fortaleza, “Vojvoda, o técnico do Fortaleza que trocou a medicina pelo futebol”.

Fortaleza histórico

Segundo o Globoesporte, o clima dentro do Fortaleza é de muita confiança pelo título da Copa Sul-americana. Os funcionários do clube consideram que a conquista será uma espécie de coroação da trajetória do argentino Juan Pablo Vojvoda no clube, que se iniciou em 2020, quando Rogério Ceni deixa o clube para assumir o Flamengo.

 

Tópicos


Mais notícias