Copas

Fluminense pode vencer Libertadores, Boca faz pior campanha mas é isso que choca o Brasil

Por Romario Paz

Fluminense pode vencer Libertadores, Boca faz pior campanha mas é isso que choca o Brasil

Muitos incidentes envolvendo torcedores organizados de Boca Juniors e Fluminense

Síguenos enSíguenos en Google News

A final da Libertadores entre Fluminense e Boca Juniors será uma das mais emblemáticas da história. Além de permitir que os brasileiros possam conquistar a América pela primeira vez na históira, cerca de 15 anos depois de terem perdido essa decisão para a LDU do Equador, no mesmo estádio do Maracanã, nas disputas de pênaltis.

O evento tem sido uma verdadeira coleção de ‘dores de cabeça’ para os organizadores. A Conmebol encarou muitos problemas desde a confirmação do Maracanã como cidade-sede, devido aos embates com o Flamengo, mantedor oficial da arena e que precisou ser contornado com ajuda da CBF nas negociações para garantir a realização da final no Rio de Janeiro.

Agora, as torcidas de Fluminense e Boca Juniors realizam alguns confrontos ‘campais’ em diversos pontos da cidade do Rio de Janeiro. A situação tem sido vista como uma ofensiva da ‘young flu’ aos direitos dos torcedores adversário, e gerou muitas manifestações de repúdio por partes especializados do futebol brasileiro. 

Na quinta-feira, 2, uma festa entre torcedores do Boca Juniors na praia de Copacabana, principal ponto de encontro entre os argentinos que vieram ver a equipe na final da Libertadores, terminou em uma pancadaria generalizada após o embate com torcedores organizados do Fluminense e a ação desastrosa da Polícia Militar do Rio de Janeiro na tentativa de desperçar os torcedores.

Briga se espalhou pela praia

Segundo a Polícia Militar, a briga teve inicio da Fan Fest localizada próximo ao Forte de Copacabana. Entretanto, com a chegada de integrantes das organizadas do Fluminense, ocorreu uma pancadaria generalizada que acabou indo para a praia de Copacabana, forçando a ação da polícia em meio aos banhistas que tentavam curtir o feriado na orla do Rio de Janeiro. A PM do Rio confirmou a prisão de apenas um torcedor do Boca Juniors que estava armado com arma branca.

Tópicos


Mais notícias