Copas

Enquanto a torcida do Fluminense vai ao delírio, a péssima notícia que recebem

Por Jorge Dias

Enquanto a torcida do Fluminense vai ao delírio, a péssima notícia que recebem

Tricolor Carioca faz história na Copa Libertadores da América 

Síguenos enSíguenos en Google News

Na tarde deste sábado (4), o Fluminense conquistou o maior título da sua história. No Maracanã, o Tricolor Carioca venceu o Boca Juniors por 2 x 1, após 120 minutos de jogo. Fechando a temporada com chave de ouro, os comandados pelo técnico Fernando Diniz fizeram um grande jogo, derrotando um dos clubes mais tradicionais do futebol sul-americano. 

Em uma partida bem equilibrada, Boca Juniors e Fluminense ficaram no empate durante o tempo normal. Na etapa inicial, o Tricolor Carioca teve um bom desempenho, saindo na frente do marcador com Germán Cano. Dominando a partida, o time brasileiro teve as melhores oportunidades do primeiro tempo.  

Por outro lado, na segunda etapa, os argentinos equilibraram a decisão. Chegando ao gol de empate, o Boca Juniors teve tranquilidade para segurar o poderoso ataque do Fluminense no tempo normal. Já na prorrogação, a equipe argentina não suportou a pressão, sofrendo um baque ainda durante os minutos iniciais. Isso porque, o centroavante John Kennedy garantiu o título, marcando um golaço no Maracanã. 

John Kennedy foi expulso após comemorar com os torcedores o gol decisivo 

Personagem marcante do Fluminense durante a campanha da Copa Libertadores da América 2023, John Kennedy foi protagonista mais uma vez na competição. Coroado na semifinal contra o Inter, o atacante voltou a balançar a rede neste sábado (4). Entrando na etapa complementar da decisão, a joia tricolor marcou um belíssimo gol para colocar o time em vantagem no placar. 
 

No entanto, para desespero de Fernando Diniz, John Kennedy recebeu o segundo cartão amarelo após comemorar com a torcida. Durante a checagem do gol, o jogador foi na divisória das arquibancadas com o gramado para festejar. Posteriormente, alguns minutos depois, o Boca Juniors também ficou com um jogador a menos. 

Em mais um lance polêmico no Maracanã, Fabra acabou recebendo um cartão amarelo após agredir o zagueiro Nino. Após revisão do árbitro de vídeo, o juiz acabou mudando de opinião, expulsando o lateral-esquerdo. Igualando o número de atletas em campo, o Fluminense soube administrar o resultado para comemorar o seu primeiro título de Libertadores da América


Mais notícias