Copas

Ele nasceu no Fluminense, foi para a Espanha, voltou para vencer a Libertadores e não é Marcelo

Por Jorge Dias

Ele nasceu no Fluminense, foi para a Espanha, voltou para vencer a Libertadores e não é Marcelo

Atleta revelado pelo Fluminense foi ainda jovem para a Espanha e retornou para ser campeão da Libertadores

Síguenos enSíguenos en Google News

O Fluminense é conhecido por ter uma das categorias de base mais prolíficas do Brasil, revelando muitos atletas de qualidade e importantes no cenário nacional e internacional. Marcelo saiu ainda muito jovem do Fluminense e foi para o Real Madrid, para substituir ninguém mais, ninguém menos que Roberto Carlos. A linhagem de grandes laterais brasileiros  está escassa agora mas já contou com esses dois e outro mais.

Outros nomes do futebol brasileiro que saíram de Xerém e voltaram para conquistar a Libertadores podem ser citados facilmente. Só nos últimos anos, tivemos Gustavo Scarpa sendo campeão pelo Palmeiras, além de Gerson e Pedro pelo Flamengo, os dois últimos tendo se transferido para a Europa e retornado ao país. Nesse elenco do Fluminense campeão em 2023, vários atletas da base tricolor se destacam pela equipe, com alguns podendo ir para a Europa na próxima janela.

André é o principal expoente dessa geração de meio-campo no Brasil, excelente marcador e também passador, o volante encontra espaços perigosos com maestria para sair jogando, além de sua marcação mano a mano ser uma das melhores do país e sua cobertura a espaços deixados por companheiros praticamente perfeita. Aleksander, Martinelli, Marlon e John Kennedy são outros garotos de Xerém que se tornaram campeões do maior título da história do clube.

Ele foi para a Espanha e voltou para ser campeão

Um dos garotos de Xerém que se tornou campeão foi Marlon, o zagueiro contestado pela torcida, entrou na final e fez bem o seu papel, evitando maiores perigos do Boca Juniors. Marlon se transferiu para o Barcelona ainda jovem, depois rodou por Nice da França, Sassuolo da Itália e Shakhtar Donetsk, tendo sido emprestado ao Monza da Itália na temporada passada, chegando ao Fluminense em 2023.

O Tricolor Carioca mira agora o Mundial de Clubes da FIFA, onde pode enfrentar o Manchester City de Pep Guardiola, com o confronto entre os treinadores ofensivos sendo muito esperado pelos amantes de futebol. É evidente que a qualidade dos jogadores é muito diferente, mas com o time brasileiro jogando um futebol muito encaixado e se conhecendo tão bem, podem conseguir fazer frente ao adversário inglês.


Mais notícias